Os 3 hábitos que você precisa ensinar para a sua família se quiser ter paz no home office - Moça de Casa | Carreira, estudos e rotina: de casa

Os 3 hábitos que você precisa ensinar para a sua família se quiser ter paz no home office

by - outubro 26, 2019



No post sobre quais ferramentas baratinhas comprar para estudar em casa, eu contei que estava preparando um texto para ajudar quem estuda em casa. Em especial, àqueles que convivem com parentes/colegas de quarto barulhentos.

Pelo título, fica óbvio que o texto não é este, hehehe.

MAS ele segue a mesma premissa de identificar o que podemos fazer para cumprir nossas responsabilidades em casa sem gastar o réu primário, destruir relacionamentos e/ou entrarmos em conflitos diários.

E eu acredito mesmo que parte do desgaste decorrente desse embate venha da nossa própria incapacidade de estabelecer limites. Queremos ser ajudados, apoiados, mas estamos pouco dispostos a atuar como parceiros e propor soluções. Afinal, é o outro que faz tudo errado e nós somos as vítimas trabalhadoras e estudiosas, não é? NÃO!

Mesmo que fosse, existem algumas atitudes que podemos tomar para facilitar a adaptação do outro ao nosso novo modelo de trabalho - incluindo cônjuges que trabalham fora (e só querem bater um papo contigo quando chegam) e filhotes acostumados a só ter os pais em casa como “pais” (e não como “trabalhadores”).



Que fique claro que este não é um guia definitivo, ok? São apenas três hábitos poderosos, que tendem a estabelecer a base para outros mais e, assim, criar uma rotina mais harmônica e feliz na sua casa amada. ♥

1. Usar um bloquinho de captura

Quantas vezes por dia nos lembramos de perguntar algo a quem mora conosco? Seja onde o seu pai guardou o molho de tomate, quando a sua mãe vai passar na farmácia ou se o seu colega de quarto topa dar uma festa em casa mês que vem? 

Seja qual for a pergunta, nós nunca ligamos no trabalho dessa pessoa a fim de obter uma resposta. Quem dirá ir até lá sem avisar. 

O grande problema é que, quando essa pessoa está em casa, a tendência é julgar que uma interrupçãozinha não fará mal a ninguém. Mas faz, e muita!

Portanto, estabeleça um acordo com os demais habitantes da casa: sempre que se lembrarem de um assunto a ser tratado com você, ele deve ser anotado em um bloquinho de papel que ficará sobre a mesa de jantar. Com exceção dos temas do tipo “Corre, a casa tá pegando fogo!”, você não deve ser interrompido.

Durante as suas pausas, você mesmo checará o bloquinho. Se puder responder no momento, faça. Se for um tema mais elaborado (algo a ser discutido com calma, por exemplo), espere até o fim do expediente.

Assim, ninguém se sente receoso de esquecer algo importante se não invadir o seu escritório imediatamente e os limites de comunicação se tornam afetuosamente delimitados. Incrível, né?

2. Criar um sistema para avisar quando você está livre ou não

Ter um escritório fechado para o home office é o sonho da maioria das pessoas. Infelizmente, nem sempre isso é possível. O ambiente de trabalho tende, então, a ser dividido com o quarto ou a sala e nem sempre fica claro quando você está trabalhando ou apenas relaxando. 

Se os seus horários de trabalho não são fixos, a sua disponibilidade se torna ainda mais confusa para outros membros da casa. 

Por isso, criem um código próprio, como avisos do tipo “Não Perturbe”. Essa é, inclusive, uma das ferramentas que indiquei naquele post.

Se o seu escritório é na sala, talvez valha a pena usar fones de ouvido, mesmo que desligados. A intenção é que eles digam “eu estou trabalhando agora” por você. 

Seja qual for a sua escolha, lembre-se que ninguém é obrigado a adivinhar se você está produzindo um importante relatório para a empresa ou apenas escrevendo uma carta de amor. 

Com um código, facilita para todo mundo!

3. Sacramentar o seu material de trabalho

“Sacramentar (t.v.): tornar sagrado, consagrar; imprimir caráter sagrado a.”.

Outra forma de dizer: separar de itens pessoais e garantir que todos saibam que não se pode mexer neles.

Em geral, a regra é que computadores da empresa não são para crianças jogarem e os seus papéis de desenho (caso você seja um ilustrador, por exemplo) não são papel de rascunho para emergências.

Deixe claro onde suas coisas estão e o porquê de não se poder usá-las. 

Se possível, guarde tudo em uma mochila ou gaveta. 

O que eu desejo para você no fim do expediente: afeto (de qualquer tipo) ♥


Nada de deixar canetas, pastas e afins espalhados pela casa e depois reclamar que sumiram. 

Se você gostou do post de hoje, contribua com ele contando:

Quais hábitos facilitam o seu relacionamento com os outros membros da casa, enquanto trabalha?


Eu vou adorar aprender com você.

Com limites,
Sabrina Santiago. 


Postagens Semelhantes

7 comentários

  1. ah quando se tem o home office a gente precisa ter um sistema mesmo pra família saber se a gente está trabalhando ou nao; pra nao ser interrompido a todo momento

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Nunca fui home office, mas acredito que se o fizesse hoje seria bem mais tranquilo, já que não moro com meus pais. Mas tive uma breve experiência enquanto fazia meu TCC que, querendo ou não, também demanda muito tempo e atenção, né? Nessa época estava na casa dos meus pais e às vezes era complicado por conta do barulho e das interrupções.

    Mas enfim, eu adorei tuas dicas. A do bloquinho eu já tinha visto, mas as outras duas não e achei super interessante, principalmente essa ideia de sacramentar alguns materiais.

    um beijo,
    gabi ramalho

    ResponderExcluir
  3. Trabalhei home office e no inicio foi bem difícil mostrar pra minha mãe que eu não, eu não podia parar o que estava fazendo para limpar a casa inteira no meio de uma terça feira. Mas depois ela foi vendo os resultado do meu serviço.

    Um beijo,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sabrina!
    Faço home office e cada dia acontece uma coisa diferente aqui em casa hahaha Não existem regras, mas consigo fazer tudo tranquilamente. Acabo não sofrendo com muito barulho ou com interrupções. Mas suas dicas são ótimas!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  5. Oi Sabrina.Tudo bem?

    Eu não mexo como home office apesar de ter me interessado ,mas realmente essas dicas ajuda quem quer estudar.
    Eu estudo para Concursos e sei como é complicado.
    Para mim o pior é os meus irmãos que não tem senso nenhum e ouvem música no celular sem celular.Desconcentra tudo .
    Resolvi o problema comprando desses headphones que bloqueia melhor o som externo (normalmente com o áudio do professor ) e da para concentrar melhor .

    Amei o post é acho que vou colocar uma de suas dicas em ação. Estou querendo voltar a minha rotina de estudos.

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  6. A ideia do bloquinho é realmente maravilhosa! Nada mais chato do ter mil interrupções durante os estudos/trabalho ~ normalmente por causa de dúvidas bobas. :/

    Não Me Mande Flores ♥

    ResponderExcluir
  7. a suas dicas são sempre incríveis! De verdade, acho isso fundamental. Eu tenho o privilégio de ter meu próprio espaço, mas imagino que deva ser difícil trabalhar enquanto divide a cada com alguém.

    obrigada por essas dicas maravilhosas! AH e vamos marcar nosso café!!!! hahaha

    ResponderExcluir